Meu Negócio

Quer fazer uma festa infantil em casa? Saiba o que não pode faltar

Guadaim
Escrito por Guadaim

Fazer uma festa infantil em casa não é uma tarefa fácil. De fato, são inúmeros detalhes que precisam ser pensados na hora de impressionar os convidados. O grande segredo está em criar um ambiente divertido que faça as crianças se sentirem estimuladas a usar a criatividade.

Dentro desse contexto, a organização entra como parte essencial para transformar uma comemoração simples em algo inesquecível. Nesse caso, a primeira atitude na busca pelo resultado positivo é fazer um planejamento detalhado e investir em brinquedos que se destacam no imaginário de todas as idades. 

Quer saber mais? Vamos mostrar dicas de entretenimento infantil que são um sucesso. Acompanhe!

Jogos de encaixe

O grande diferencial na hora de realizar uma festa infantil em casa é a possibilidade de apostar em jogos extremamente divertidos. Os formatos de encaixar costumam ser deixados de lado em espaços especializados, porém fazem muito sucesso entre crianças de diferentes idades

Por isso, incluí-los na programação ajuda os pequenos a aprender brincando e, ainda, promove uma espécie de gincana de blocos que pode contar com a participação animada dos adultos. Antes de montar as divisões de grupos, o mais importante é dividir os desafios de acordo com o tamanho dos participantes para garantir a qualidade das brincadeiras.

Pintura

pintura é outro clássico da infância que não exige uma estrutura muito complexa para ser realizada. Com isso, você precisa avaliar cuidadosamente a faixa etária das crianças convidadas para oferecer diferentes tamanhos de cavaletes e desafios na hora de inspirar o lado artístico de cada um.

Mesmo sendo uma opção simples, torna-se necessário separar um espaço em que a tinta possa ser espalhada sem danificar a decoração interna, como um quintal aberto ou um salão. Uma boa sugestão envolve pedir a colaboração das crianças mais velhas para que ajudem os menores com ideias ou, até mesmo, fazendo pinturas faciais. 

Piscina de bolinhas

Uma piscina de bolinhas é a atração preferida de 10 entre 10 crianças em uma festa. Não importa se o evento acontece em casa ou em um buffet, o brinquedo costuma ser garantia de diversão e muitos elogios aos organizadores. Isso porque a diversidade de cores chama a atenção dos pequenos logo de cara com uma brincadeira democrática. 

Afinal, mesmo que o evento tenha poucos convidados de diferentes faixas etárias, fica fácil se divertir sem precisar de monitores. No entanto, antes de instalar uma piscina de bolinhas em um ambiente fechado é necessário ficar de olho em algumas regras de segurança, como o material de fabricação, o local de montagem, a higiene e a limitação de espaço. 

Cama elástica

Não existe criança que resista a uma cama elástica, não é? Por esse motivo, incluir o brinquedo em uma festa em casa agrega muito valor à experiência dos pequenos convidados e traz um clima mais alegre automaticamente. O segredo para acertar em cheio na escolha está em avaliar o tamanho do espaço onde a estrutura será montada. 

Dessa maneira, você evita qualquer tipo de acidente caso existam outras coisas de playground ao redor. Tenha em mente que é indispensável deixar corredores livres para que todos possam circular com segurança, inclusive se algum pai ou monitor ficar com a tarefa de gerenciar as brincadeiras e o limite de crianças dentro da cama elástica. 

Tobogã inflável

Quando o espaço não é muito grande, os brinquedos infláveis costumam ser uma ótima opção para montar um verdadeiro parque de diversões. Por conta de chegar vazio, o tobogã, por exemplo, não apresenta nenhuma dificuldade no transporte ou na hora de passar pelas portas da casa.

Sem contar que esse tipo de brinquedo ajuda a consolidar o seu negócio diante dos clientes, exatamente pela praticidade combinada com os resultados positivos. Outro ponto alto está na segurança desse modelo, já que ele é todo de plástico e permite a entrada de diferentes faixas etárias. 

Área Baby 

Por mais que a maioria das opções citadas anteriormente atendam crianças de várias idades, uma festa em casa também precisa de algo destinado aos bebês. Tudo depende do perfil do evento, porém gerar entretenimento aos pequenos torna a experiência de modo geral mais positiva. 

Na visão dos pais, precisar ficar o tempo todo com os filhos no colo mostra que a pessoa responsável pela organização não teve atenção com esse detalhe. Em função disso, para não deixar o clima desagradável pense sempre nos menores de quatro anos na hora de escolher os brinquedos. Entre as principais sugestões estão colchões macios com peças de montar, gangorraescorrega e balanço

Quebra-cabeça

Esse tipo de passatempo costuma ser muito democrático e faz com que as crianças se divirtam juntas. Ao distribuir o quebra-cabeça em uma grande mesa, você estimula logo de cara a imaginação dos convidados. O mais interessante é avaliar que esse tipo de entretenimento prioriza a inteligência dos pequenos e ainda encoraja a encarar novos desafios. 

A pessoa responsável pela organização deve selecionar graus de dificuldades diferentes. Assim, fica mais simples dividir os presentes entre faixas etárias com a intenção de formar grupos em uma gincana. Vence a equipe que conseguir concluir a tarefa em menos tempo. 

Brincadeiras antigas

Basta você puxar na memória por um minuto que logo vai se lembrar de diversas brincadeiras simples que faziam a alegria da criançada. Reviver esses momentos é indispensável para animar a festa e ainda incentivar que os pais participem junto de cada detalhe com muita diversão. Veja abaixo algumas sugestões.

Amarelinha

Cada jogador atira um pedaço de pedra em um número da casa desenhada no chão. A partir disso, ele deve pular em um pé só até o número indicado. O desenho das casas pode ser feito com giz ou tinta. No entanto, dependendo do piso da casa, o mais indicado é usar tapete antiderrapante. Perde a vez quem pisar na linha. 

O mestre mandou

Ideal para divertir a partir dos quatro anos, a brincadeira acontece com o adulto ou uma das crianças selecionada para ser o mestre e dar as ordens em voz alta. O mais importante é começar com a frase “o mestre mandou” e fazer um movimento. Em seguida, todos devem repetir. Perde quem não conseguir acompanhar de maneira idêntica. 

Peteca

Essa brincadeira indígena já foi muito famosa em festas de criança e hoje volta com tudo. Basta uma peteca e muita disposição para formar grupos animados. A única regra é nunca deixar a peteca cair e, para isso, várias situações divertidas acontecem. 

Pronto! Agora você já sabe como fazer uma festa infantil em casa. Esse tipo de comemoração é muito mais vantajosa, pois tem um melhor custo-benefício e traz liberdade para inovar nas brincadeiras. Portanto, invista na organização do formato com a intenção de consolidar seu negócio em pouco tempo.

Gostou das informações deste artigo? Então, nos acompanhe em nossas redes sociais. Estamos no FacebookYouTube Twitter.

 

Sobre o autor

Guadaim

Guadaim

Desde 2006, a Guadaim incentiva quem quer ser dono do próprio negócio e ver sua empresa crescer. Nosso blog traz conteúdos para você seguir o melhor caminho e se tornar um empreendedor de sucesso!

Share This