Meu Negócio

5 tendências no mercado de alimentação para 2017

mercado de alimentação

Apesar dos restaurantes e lanchonetes serem os empreendimentos mais tradicionais no mercado de alimentação, algumas inovações têm surgido e conquistado alguns públicos — quer seja pela demanda existente, quer seja pela novidade e praticidade.

A seguir, apresentaremos 5 tendências da área para 2017 e as ideias por trás delas. Confira!

5 tendências no mercado de alimentação para 2017

1. Aplicativos

Já existem aplicativos voltados para a entrega que estão bem consolidados no Brasil. A grande ideia agora é aprimorar e expandir os serviços oferecidos por eles.

Dentre alguns exemplos disso, podemos citar:

  • O desenvolvimento de apps que ajudam a diminuir as filas nos restaurantes;
  • A possibilidade de realizar pedidos sem que seja necessária a presença de um garçom;
  • Um atendimento diferente ou separado para quem faz o pedido pelo aplicativo e vai ao local somente para retirada, tornando o processo mais ágil.

2. Compartilhamento

O compartilhamento de espaço já é uma tendência em várias áreas e não é à toa que o conceito de coworking vem sendo cada vez mais difundido. O principal benefício disso é reduzir os custos com aluguéis, diminuindo os impactos financeiros da crise.

Sendo assim, podemos esperar ver mais ambientes compartilhados nos próximos períodos, tanto em feiras e eventos, quanto no próprio local de trabalho.

Um exemplo simples e prático de como isso funciona é a divisão de espaço entre um hortifruti e um negócio de sucos, por exemplo.

3. Alimentação saudável

Esse é um ramo que possui um grande potencial e está se expandindo. Ele engloba alimentos orgânicos, funcionais, sem mudanças genéticas, entre outros.

Além disso, também existe a possibilidade de se trabalhar com “marmita fitness”. Ou seja, cria-se cardápios voltados para pessoas que seguem uma dieta saudável para que elas sempre possam se alimentar bem, onde quer que estejam.

4. Serviços sob medida

A customização chegou também para o ramo de alimentação. No que diz respeito aos produtos, o melhor exemplo a ser citado é o das confeitarias, que entregam os bolos para seus clientes da maneira como eles solicitaram.

Contudo, pode-se perceber também uma tendência em personalizar os serviços, utilizando um espaço do restaurante para a realização de eventos específicos, com cardápios sob medida, ou mesmo oferecendo cursos voltados para a gastronomia.

5. Alimentação móvel

Os food trucks chegaram ao Brasil e fizeram muito sucesso. A tendência agora é expandir o mercado e criar outras formas para que o serviço possa ser oferecido, variando desde cachorro quente até carretas que podem oferecer uma gastronomia mais refinada.

O sucesso se dá pelo fato de que se torna possível acessar uma alimentação mais diversificada, diferente das famosas barraquinhas, ao mesmo tempo em que não é necessário ir a restaurantes mais refinados.

Existem diversas tendências no mercado de alimentação para 2017. No caso de algumas, o conceito já é conhecido aqui no Brasil, enquanto para outras a ideia ainda precisa de maior desenvolvimento para que consiga se consolidar no mercado.

O que você achou deste artigo de hoje? Algumas das ideias te agradaram? Quer continuar recebendo mais informações como esta? Então assine a nossa newsletter e acompanhe todas as novidades que postamos aqui!

Sobre o autor

Guadaim

Guadaim

Desde 2006, a Guadaim incentiva quem quer ser dono do próprio negócio e ver sua empresa crescer. Nosso blog traz conteúdos para você seguir o melhor caminho e se tornar um empreendedor de sucesso!

Share This